Diário Online

Notícias / Polícia

INVESTIGAÇÃO

Homem esfaqueia ex-mulher na Grande Belém

Vítima foi socorrida após ser atingida com duas facadas pelo agressor, que foi encontrado morto após o crime.

segunda-feira, 19/04/2021, 11:26 - Atualizado em 19/04/2021, 13:44 - Autor: Diário Online


Mulher foi esfaqueada pelo ex-marido, em Marituba. Ela foi socorrida para o hospital após o crime.
Mulher foi esfaqueada pelo ex-marido, em Marituba. Ela foi socorrida para o hospital após o crime. | Reprodução

O número de mulheres vítimas de violência doméstica aumentou durante a pandemia. Os maridos, companheiros ou ex estão entre os principais agressores. As violências mais frequentes são física, psicológica, moral, patrimonial e sexual.  

Um caso de violência contra uma mulher foi registrado na noite do último domingo (18), no conjunto Nova Marituba, em Marituba, na Região Metropolitana de Belém. O agressor, identificado apenas como Denis, esfaqueou a ex-mulher. 

Segundo informações repassadas para a polícia, Denis chegou na casa da ex-mulher, no bairro do Icuí, em Ananindeua, dizendo que teria feito "uma grande besteira". depois, ele foi até a casa da sua irmã, onde foi encontrado sem vida.

A Polícia Militar foi acionada para o local por volta das 20h20, para averiguar um informe de morte por meio de enforcamento. Ao chegar no local, se tratava de Denis.

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foi acionado para fazer a remoção do corpo.

A vítima teria sido atingida com duas facadas. Ela foi socorrida para um hospital e não há informações sobre o seu estado de saúde. 

Violência contra mulheres: como denunciar?

Basta acionar a Central de Atendimento à Mulher, através do disque 180. O serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgão competentes.

O serviço também fornece informações sobre os direitos da mulher, como os locais de atendimento mais próximos e apropriados para cada caso: Casa da Mulher Brasileira, Centros de Referências, Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam), Defensorias Públicas, Núcleos Integrados de Atendimento às Mulheres, entre outros.

A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O DOL entrou em contato com a Polícia Civil sobre o caso de Marituba e aguarda um posicionamento. 

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS